Domando Edward Cullen - Prólogo

Aquela mulher de pele alva como a neve,com um olhar inocente de uma menina indefesa ,não enganava o perigoso Edward Cullen,tudo passava minuciosamente por seu olhos de águia.Sabia que se fraquejasse cairia nas garras dela.


Ele não era o tipo de homem que se apaixonava,esse nunca fora seu forte,para ele casamento era perda de tempo,sempre teve todas as mulheres que desejava e, não era ''ela'' que o faria se render ao amor.


Aprendera desde muito cedo que amor não existe.A vida lhe ensinou de forma dura que tal sentimento não é o que a maioria das pessoas acham.


Era até ultrajante se imaginar apaixonado,mulheres estúpidas se apaixonavam, homens patéticos se apaixonavam, essa era a opinião do indomável Edward Bruslluci Cullen.


Mal sabia ele que seria domado por ''ela'' e se renderia aos encantos do amor.


''Nossas vidas são definidas por momentos. Principalmente aqueles que nos pegam de surpresa.''

Bob Marley

0 comentários :

Postar um comentário