Domando Edward Cullen-Capitulo 5

POV Edward


Louca,Victória só podia ser louca,só porque eu passei uma noite a mais na cama dela,isso não significava nada.Ela entrou de surpresa na minha sala enquanto eu conversava com Isabella,sentou em meu colo e me beijou,fui pego de surpresa,e retribui,então me lembrei que não estávamos sozinhos na sala,olhei em volta a procura de Bella e ela não estava,provavelmente teria saído para nos deixar a sós.


Victória disse que estava com saudades,então minha única saída seria dizer que estava com saudades também,na verdade eu nem me lembrava de Victória,resolvi que tirá-la da empresa seria melhor,então a chamei para almoçar.





Sempre odiei mulheres grudentas ,só por que era modelo Victória achava que eu iria me dobrar ao pés dela.Na verdade, a minha fama de indomável vinha de muito tempo,muitas mulheres achavam que por que eram lindas e sabiam seduzir, me fariam ficar de quatro por elas,ledo engano,nunca me prendi a mulher alguma.


–Então,gostou da surpresa?-Victória perguntou alisando minha perna.

–De fato foi uma surpresa,mas não volte a minha empresa- retirei sua mão de minha perna.

–Tudo bem,não farei isso novamente.Edward suas coxas são tão grossas ,fortes e másculas.-piscou um olho.

–O que você queria?coxas de mulher?-revirei os olhos.

–Não,claro que não,apenas fiz um elogio.

–Então sugiro que os guarde para si mesma, pois eu não preciso de elogios ,cherrie.Agora vamos almoçar e eu te levo em casa.


O restaurante estava lotado ,o que me irritou profundamente,queria que esse almoço tivesse logo um fim,então chamei o garçom e dei-lhe uma boa quantia de dólares para que ele nos atendesse o mais rápido possível.Levaria Victória para casa e iria para a empresa, lá chamaria Bella para conversar sobre nosso projeto.


Foi uma boa ideia chamar Bella para trabalhar comigo,o meu prazer era irritá-la.Principalmente porque quando isso acontecia, suas bochechas ficavam vermelhas,achava isso sexy demais.Ficar perto dela me exigia um auto controle enorme,pois além de ser minha funcionária, ela era irmã do meu amigo,o Emmett não aprovaria que a Bella fosse mais uma em minha cama,mas se eu não aguentasse ,o Emmett que fosse para o inferno.



Se o meu desejo por Isabella falasse mais alto,em breve ela estaria em minha cama.

*************

Quando cheguei a empresa, mandei Tanya chamar Isabella até minha sala.Recostei-me na cadeira de couro e coloquei os pés em cima da minha mesa abarrotada de papéis,que se danasse os papéis, eu estava cansado.


–Senhor Cullen,Isabella está no almoxarifado,e disse que como terminou de revisar os papéis de uma nova campanha de sapatos,ela não vem,eu disse que o Senhor a estava chamando,mas mesmo assim ela disse que não viria.-Tanya falou em um só fôlego,fiz um gesto com as mãos para que ela saísse de minha sala.


Levantei sem pressa nenhuma e saí da minha sala,veria o que de tão importante teria no almoxarifado para Bella se ocupar.


O almoxarifado era uma parte da empresa que eu sinceramente fui poucas vezes,era um tanto insignificante ir lá,mas de extrema importância para o funcionamento da empresa.


Parei antes de chegar a porta,e fiquei ouvindo a conversa de Bella e Mike.Não é educado ouvir conversas alheias,para mim não,eu posso tudo,sem contar que eu sou um dos donos dessa empresa.


Aquele merdinha só poderia estar de brincadeira.


–Bella,se você me desse a oportunidade de mostrar que eu posso te fazer feliz,eu não estou te pedindo em namoro,vamos nos conhecer,depois você me dá uma resposta definitiva- Mike falava visivelmente nervoso.

–Eu vou pensar,não prometo nada.-ela respondeu que iria pensar?

Decidi interromper a conversa dos dois.


Abri a porta em um empurrão surdo,eu sabia ser silencioso quando queria.Mike estava com as mãos segurando a cintura de Bella possessivamente como se ela fosse dele,Bella aparentemente estava sem reação.Esse garoto era ousado.


–O que está havendo aqui?-olhei para Mike que na mesma hora soltou Isabella.

–Sen...Senhor Cullen er nós...-Mike gaguejava.

–Escute Mike,lembre-se que você está trabalhando,e o dono da merda dessa empresa sou eu.-falei com raiva.


Isabella estava o tempo todo calada,era até melhor pois ela veria o que acontecia quando uma ordem minha não é atendida,eu ainda sou a porcaria do dono.


–Volte a trabalhar Mike,se não o ponho para fora dessa empresa a ponta pés.-ameacei.


Puxei Isabella para perto de mim que ficou em choque pelo movimento brusco ,mais eu não me importei e a reboquei daquela minúscula sala.


–Está me machucando Edward.-Isabella reclamou.


Afrouxei o aperto em seu braço,respirei fundo tentando me acalmar.Quando chegamos ao andar da minha sala muitas pessoas olhavam curiosamente a situação.Eu rebocando Isabella pelo braço, ela com um semblante assustado ,com os cabelos revoltos e incrivelmente sexy.


–O QUE ESTÃO OLHANDO?VÃO TRABALHAR OU SE NÃO COLOCO TODOS NO OLHO DA RUA.-gritei


Eles logo voltaram a fazer suas atividades ,bando de incompetentes.


Entrei em minha sala com Isabella em meu encalço.A pressionei contra a parede ficando bem próximo a ela.


–Escute aqui,para o bem da minha sanidade mental ,você irá se manter afastada daquele vermezinho do Mike,se você não fizer o que eu MANDAR as coisas ficaram feias tanto para você quando para ele.-colei ainda mais nossos corpos.

–O que você vai fazer?-falou debochada.Ao contrário do que eu pensei Isabella não estava com medo de mim.

–Eu irei matar o Mike.-ela me olhou incrédula.

–Você não faria isso.-agora ela estava com medo.


Me afastei dela e fui até um enorme quadro que tinha na parede esquerda da sala o retirei da parede,ali tinha um cofre , digitei a senha e ele abriu.


Ali continham várias armas desde pistolas leves,pistolas automáticas,pistolas Escamoteaveis a metralhadoras leves,de todos os modelos,eu era um homem temido,mas também tinha os meu inimigos.Sempre era bom estar perparado.


Peguei uma das armas e levei até Isabella que me olhava completamente em pânico.


–Essa aqui Isabella ,é uma pistola automática Ceska Black Scorpion,dificuldade 6,dano 4,Cadencia de tiro 7,e número de balas 56.Eu não pensaria duas vezes antes de usá-la para estourar os miolos do Mike,a decisão é sua ,minha cereja.-falei a olhando nos olhos.

–Não faça nada ,eu me afastarei dele,agora guarde essa arma- respirou fundo –porquê você não quer minha aproximação com o Mike?-sua voz falhou.


Não respondi sua pergunta ,mais fiz o que ela pediu ,guardei a pistola e recoloquei o quadro no lugar.


–Não fique assustada .-tentei acalmá-la.Não sei porque, mais senti uma vontade de abraçar Isabella.Devo estar ficando louco.

–Eu não esperava isso de você.-falou me fitando.

–Tem muitas coisas sobre mim que você não sabe.


Ficamos em silêncio por alguns minutos ,Isabella estava visivelmente nervosa.Se Isabella soubesse que no mundo dos negócios nem sempre as coisas são limpas.


–Por quê quer que eu me afaste do Mike?responda-me Edward eu mereço saber.-repetiu a pergunta que eu não lhe respondera.


A olhei durante intermináveis minutos e me aproximei dela,a enlacei pela cintura,a proximidade entre nós era muito boa e excitante,fui descendo minha mão direita e apalpei sua bunda a apertando em seguida.Meu rosto estava cada vez mais próximo do dela,a respiração de Isabella estava descompassada como a minha.


–Edward-Isabella sussurrou fechando os olhos.


Quando estava prestes a beijá-la...

0 comentários :

Postar um comentário