Domando Edward Cullen-Capitulo 4

POV Bella


–Bella, ele é lindo,você vai amar trabalhar na Culle&Swan Publicity,nossa, se eu não amasse o Emmett,eu com certeza, meio que me jogaria nos braços de Edward- falou Rosalie suspirando de olhos fechados,a folgada estava esparramada em minha cama.

–Rosalie,eu estou indo lá para trabalhar,e não para me jogar nos braços do me futuro chefe,ok?e quando ver isso, ele não é nem tão bonito.- falei e lembrei do estranho que estava questionando o motivo do meu irmão Emmett se casar,estava claro que aquele pedaço de mal caminho não acreditava em amor,o que eu achava ultrajante.




Rosalie suspirou frustrada jogando um travesseiro em mim.


–O homem simplesmente exala masculinidade Bella,é lindo.Tem a pele alva como a sua,alto e esguio, não muito forte,os cabelos de uma estranha cor bronze , os olhos de um verde intenso,maxilar quadrado,nariz reto,simplesmente o sonho de consumo de toda mulher,pena que ele não gosta de casos sérios e já deixou muitos corações partidos, menos o meu, é claro, pois tenho o meu Emmett e não preciso de mais nada.-Rosalie passou as mãos em seu cabelo loiro e jogou a franja lisa para o lado.


Fiquei um tempo olhando para o nada,como assim?ela descreveu exatamente o estranho da praia.Não,não podia ser,minha mente gritava.O homem era lindo, não nego,mas eu sabia que se me encontrasse com ele novamente nós brigaríamos,não sei, mais tinha essa sensação de que minha vida a partir de amanhã seria um inferno.


–Bella?Bella?tudo bem?-Rosalie estalava seus dedos a minha frente chamando minha atenção.

–Sim,tudo bem Rosalie.Me diga qual o nome do sócio do Emmett?-perguntei fingindo desinteresse.

–Edward.Edward Bruslluci Cullen- até o nome do estranho era lindo.

–Certo-dei uma risada nervosa- Se não se importa eu quero dormir,amanhã será um longo dia e preciso descansar para enfrentar esse lindo homem- falei irônica.

–Certo,pode dormir, o Emmett daqui a pouco chega,e vou esperá-lo no quarto.-beijou minha testa e saiu do meu quarto.


Não queria nem imaginar o que a Rosalie e meu irmão fariam entre quatro paredes,tudo bem a casa era deles,mas o Emmett me chamou para morar aqui,eu quis recusar,mas meu irmão foi irredutível em sua decisão.Antes eu dividia um apartamento com minha amiga Ângela ,mas ela casou-se e foi morar na casa da sogra,então para não ficar sozinha ,meu irmão me intimou a morar com ele,a principio eu não viria pois iria trabalhar na Inglaterra,havia recebido uma excelente proposta de emprego.Emmett bateu o pé no chão e não me deixou ir, alegando que nossos pais nos fez prometer que nunca nos separaríamos,eu não tive como discordar;eu era leal a s minhas promessas.


Na manhã seguinte...


Levantei-me as sete horas da manhã,segui para o banheiro e tomei um banho para acalmar meus nervos.Estava nervosa e um tanto intimidada em trabalhar na empresa do meu irmão.Enquanto lavava meus cabelos com meu shampoo de morangos selvagens, pensei em como minha vida mudaria a partir de hoje.Teria a oportunidade de mostrar meu potencial para todos.


Sai do banheiro e me encaminhei para o closet.Vesti um vestido que na minha opinião estava adequado ,nem muito curto,nem muito grande.Sequei meu cabelos no secador,não queria deixá-lo molhado,calcei saltos vermelhos.Uma maquiagem leve e estava pronta.


Desci as escadas e Rosalie estava na cozinha.


–Bom dia Rosie- cumprimentei minha cunhada,e me sentei a mesa que já estava posta.

–Bom dia,pronta para conhecer o indomável Edward Cullen?-perguntou me estendendo uma copo de suco.


Arqueei uma sobrancelha em uma pergunta muda.


–Nenhuma mulher até hoje conseguiu domar Edward Cullen,por isso ele é chamado de indomável.-explicou=me.

–Ah.-foi tudo que eu disse.


Meu irmão desceu e beijou minha testa e os lábios da esposa.O café da manhã foi rápido.Emmett estava pronto para sair, então lembrei-me da bolsa.


–Minha bolsa- falei mas Rosie estava com ela.

–Peguei para você-a estendeu para mim.

–Vamos .Bella você vai no seu carro?-Emmett perguntou-me.

–Sim,acho que ainda me lembro o caminho para empresa -falei e deixei os pombinhos se despedindo.


O caminho não era tão longo e rapidamente eu cheguei.Estacionei meu carro na vaga para funcionários.O prédio era muito alto,um arranha-céu com enormes janelas de vidros,muito imponente.


Fiz todo o percurso até chegar ao penúltimo andar,já que o último era uma enorme sala para reuniões com os poderosos da empresa,o que incluía Emmett e o tal indomável Edward Cullen.Reparei que muitas pessoas que circulavam pelo local não paravam de olhar para mim,senti minhas bochechas corarem.


Vi uma mulher loira,totalmente artificial,sentada em sua mesa,apinhada de papéis.Só faltava o computador sumir diante de tantas folhas.


–Bom dia,quero falar com Edward Cullen-falei olhando para ela.

–Tem hora marcada?-perguntou séria.


Antes que eu pudesse sequer pensar em responder, Emmett chegou e tomou a frente,como se eu fosse mentalmente incapaz de falar sem precisar da ajuda dele.


–Ela não precisa.É minha irmã.A anuncie ao Edward- falou sério e saiu não dando tempo para a moça responder.

–Oh sim,você é a nova publicitária,qual o seu nome querida?-me olhou com curiosidade.

–Isabella Swan.-informei.

–Vou anunciá-la -pegou telefone.


Enquanto ela falava ao telefone, eu reparei na decoração do local,era lindo,bem arejado,era até colorido,algumas mesas com funcionários que digitavam freneticamente uma ao lado da outra,a mesa da secretária era perto de uma porta branca onde estava escrito Edward Cullen,por isso eu me encaminhei exatamente para cá.


–Pode entrar- fui tirada de meus devaneios.


Não respondi,e caminhei com o coração aos pulos.Bati na porta e não ouvi nada supus que eu deveria entrar já que fui anunciada.


Um cheiro másculo invadiu minhas narinas. Loção- pós-barba e uma fragrância amadeirada.


Caminhei olhando para meus próprios pés,eu sei,ridículo,mas temi encarar o homem sentado de maneira imponente a minha frente.


Levantei meus olhos vagarosamente e arfei,soltando um sonoro:


–VOCÊ?–ele também fez a mesma pergunta.


Ficamos nos encarando por um tempo,o silêncio instaurado entre nós era constrangedor.Sem dúvida ele era o homem mais belo que já vi na minha curta vida de 24 anos.


–Essa porcaria de mundo só pode ser pequeno– Edward Cullen esbravejou com os olhos ejetados de raiva.Uma fúria descomunal me invadiu ao ouvir tais palavras.

–Você acha que eu estou feliz em saber que você será meu chefe?um cara que se acha o dono do mundo?.falei com ódio apertando a alça da minha bolsa fortemente tentando controlar a raiva que estava dentro de mim.

–Você não sabe nada, sobre a minha vida, sua garota mimada,cale-se– falou me olhando fixamente e com raiva.

–Venha me calar se é homem o suficiente para isso- desafiei-o.


Ele levantou-se de sua cadeira e contornou a mesa vindo até onde eu estava,ele apertava fortemente seus punhos sob a camisa do paletó.


–Não duvide, posso calar você em dois tempos,quem você acha que é para me desafiar?só por que é irmã do Emmett não irá ter privilégios,será tratada como os outros funcionários.-parou perigosamente perto de mim.

–Eu sei qual é o meu lugar,mas quem começou a falar besteiras foi você, seu homem arrogante,e saiba que eu não tenho medo de você assim como os outros,que isso fique bem claro Sr. Indomável.-falei me afastando dele.

–Você não tem medo de mim?-perguntou dando dois passos em minha direção quando eu dei dois passos para trás.

–Nã..não- minha voz falhou.

–Então a partir de hoje você terá, ou eu não me chamo Edward Cullen- falou com descaso e segurou-me pelos cabelos,mas não com força.-Não duvide, você não sabe o quanto eu posso ser perigoso e, meu próximo alvo é você- gelei.

0 comentários :

Postar um comentário