Domando Edward Cullen-Capitulo 1

–Eu vos declaro marido e mulher-dizia o sacerdote que realizava a cerimônia de casamento de Emmett Swan e Rosalie Halle, que a partir daquele momento passou a se chamar SraºSwan.O noivo aproximou-se de sua noiva e a puxou delicadamente para seus braços fortes,tomando-lhes os lábios em um beijo casto,tendo em vista que estavam em público,não seria educado da parte de ambos que o beijo se aprofundasse.


Edward ouvia a tudo demonstrando visível impaciência,se não fosse pelo seu amigo e sócio Emmett,com certeza não estaria presenciando tal cena.Estaria em sua casa em Nova York com alguma mulher que lhe despertasse desejos ou desenhando,coisa que amava fazer,mas ninguém sabia disso,Edward fazia questão que ninguém soubesse de seu talento com um lápis em mão.Achava um tanto...feminino tal ato,sim, ele era machista.





Não aguentando ver seu amigo indo para a forca, Edward se distanciou sorrateiramente de onde estava que era próximo ao pequeno altar.O casamento estava acontecendo em uma das praias de Coney Island perto de Nova York,onde Emmett também morava .


Quando viu que havia se distanciado do lugar onde acontecia a forca,suspirou aliviado,estava tenso durante a cerimônia que por sinal estava linda,mas Edward negaria até a morte que achou tudo maravilhosamente lindo,era um homem de opiniões fortes, e não uma marica para ficar perdendo tempo com essas bobagens.


''Não sei o que aquele monte de músculos tem na cabeça,se casar, como isso é patético,como se amor existisse!''falou não se dando conta que proferiu tais palavras em alto e bom som,com um toque de ódio.


–Por quê diz isso?ele tem o direito de ser feliz- argumentou uma voz soprano,extremamente doce.Uma fragrância de morangos selvagens adentraram nas narinas de Edward.


Ele virou-se lentamente para ver com quem a pessoa estava falando.Quando viu a bela mulher a sua frente,seu coração disparou de uma forma enlouquecedora,chutou-se mentalmente por isso,estava sendo um marica,não se reconheceu,nunca teve reações apaixonadas por nenhuma mulher em toda sua curta vida de 27 anos de idade.


Então, arqueando uma sobrancelha debochado,avaliou a pequena criatura a sua frente que lhe fitava com altivez , aparentemente sem medo algum, e que por sinal era linda,primeiro achou estranho, pois todos que o cercavam o temiam,e essa mulher não estava demonstrando medo algum por ele,ou talvez estivesse com medo, mas sabia disfarçar muito bem.Segundo ,ela poderia ser tão durona quanto ele.


–Está falando comigo cherrie?-cherrie ou cereja, era assim que chamava uma mulher que lhe despertasse interesse.

–Está vendo mais alguém por aqui?-perguntou a moça irônica.

–Por certo que não,mas o que quer comigo?-perguntou com altivez.


A moça deu dois passos em direção a figura extremamente grande de Edward,não chegava nem ao seu ombro,deixou claro que não se intimidava com a expressão no rosto do belo rapaz de olhos misteriosamente verdes e muito menos no tamanho dele.


–Pelo que ouvi de sua boca neste instante,creio que não acredita no amor, e sabe porque você não acredita em amor?-perguntou, mas não deu tempo para que Edward respondesse.

–Porque você é um mal amado,e tenho certeza que você é do tipo de homem que usa uma mulher e joga fora,estou certa?--afirmou a moça olhando atentamente para seus olhos verdes.

–Você não me conhece,então sugiro que pare de me importunar com essa conversinha,mulheres foram feitas para serem usadas e jogadas fora,e se não quiser que o mesmo aconteça com você agora,vá embora- ameaçou.Estava claro que Edward estava se contendo o máximo que podia para não mandar aquela mulher linda para o inferno.

–Duvido,eu não sou como as outras- disse a bela mulher e saiu pisando duro.Nesse momento Edward percebeu como ela era linda de corpo,apesar de ser um pouco baixa,seus atributos físicos superavam seu tamanho.


Balançou a cabeça negativamente tentando espantar os pensamentos com aquela desconhecida que o atacou com palavras que eram tão verdadeiras,isso ele não poderia negar.


Decidiu que estava na hora de ir pra algum lugar que lhe distraísse ,depois pediria desculpas a Emmett por não ficar para a festa.Foi para o hotel de luxo, onde estava hospedado.Sim Edward era muito rico,conseguiu tudo o que tinha com esforço,nunca conheceu seus pais e passou sua infância em alguns orfanatos de Nova Iorque.Formou-se com muito mérito em Havard University,foi lá que conheceu Emmett Swan,Edward cursava publicidade e propaganda e Emmett admistração,juntos montaram a Cullen&Swan Publicity.Assim, viraram sócios, Edward como diretor geral de publicidade e Emmett como diretor de administração da empresa.Ele sabia que Emmett tinha uma irmã mais nova ,Isabella ,mas nunca a conheceu e tampouco viu uma foto.


Se encaminhou para o bar do hotel,viu uma linda mulher loira de olhos azuis,tratou logo de chamá-la e a mesma foi correndo para onde ele estava.Sim, Edward ficava com muitas mulheres,e todas bonitas,tinha gosto para escolher e o fazia a dedo,não era qualquer mulher que tinha o privilégio de ficar ao menos uma noite com ele:o Indomável Edward Cullen.

0 comentários :

Postar um comentário