Capitulo 25 - OP

Capitulo Vinte quatro Explicações e Ciúmes


OH Deus eu estou tão ferrada!

Meus pais me encaravam com rostos nada felizes, e minha mente trabalhando em uma desculpa, não podia contar de Edward, eles iam pirar e me afastar dele...

-Isabella? – meu pai parecia bravo, e respirei fundo.
-Bem, eu fui ao um encontro. – falei torcendo as mãos nervosamente, e me pai me olhou desconfiado.

-Com quem?

-Er... Um cara mais velho...

-O QUE? – meu pai parecia muito bravo.

-Quanto mais velho? – minha mãe perguntou, e mordi o lábio, pensa Bella, pensa.


-19 anos.

-E foram aonde?

-Jantamos e cinema, depois vim pra casa. – lembrei que eles tinham saído no fim de semana do baile, então não podiam dizer se eu estava mentindo.

-Hummm. – meu pai disse pensativo, pelo jeito ele percebeu isso também.

-Por que não foram ao baile? – minha mãe perguntou, e dei de ombros.

-Ele esta na faculdade e acho chatos bailes do colegial.

-Você ainda esta com esse garoto?

-Não.

-Tudo bem. Tome seu café eu tenho que ir trabalhar. – meu pai levantou deu um beijo em minha mãe e um na minha testa.

-Thau pai.

-Eu também já vou. Tenho cabeleireiro, e marquei dia no SPA novo. – minha mãe disse empolgada e eu ri. – ela me deu um beijo na bochecha e saiu apressada.

Respirei aliviada assim que a posta se fechou e me larguei na cadeira, meus pais vão me matar quando souberem de Edward. Mais ai eu serei maior de idade, e eles não vão poder nos separar.

Terminei de tomar meu café, e subi pro meu quarto, assim que abri a porta coloquei a mão no coração quando senti alguém me agarrando, respirei aliviada quando senti um beijo no meu pescoço.

-Quer me matar do coração Edward. – ele riu contra a minha pele.

-Desculpe. Por que demorou.

-Esqueci que você estava aqui. – ele me olhou com falsa indignação.

-Oh namorada desnaturada. – eu ri beijei sua boca, e ele se esqueceu e me agarrou pela cintura me apertando contra ele.

-Tenho que ir pra escola. – falei ofegante e ele suspirou.

-Tudo bem. O que seu pai queria? – fiz uma careta enquanto pegava meus cadernos e descia as escadas em direção ao primeiro com a mão do Edward na minha.

-Ele descobriu que eu não fui ao baile.

-Contou sobre nós? – ele perguntou me parando e me deu um lindo sorriso, que se desfez assim que eu neguei.

-Eu inventei que tinha saído com um cara mais velho. Você tinha que ver a cara dele. – falei suspirando e enlacei o pescoço de Edward com meus braços, e beijei sua boca, ele correspondeu e quando nos separamos encostou sua testa na minha.

-Não vai me deixar né? – ele que estava de olhos fechados os abriu imediatamente.

-Do que esta falando?

-Eu sei que você não gosta das coisas escondidas. – falei olhando para seu peito, evitando seu olhar. Senti seus dedos em meu queixo e o encarei.

-Eu realmente não gosto, mais se é isso que você me pede para ficarmos juntos eu vou aceitar.

-Ok. – falei baixinho e voltei a beijá-lo, Edward segurou minha cintura me levantando para que ele não precisasse se abaixar e começou a caminhar comigo para fora da casa.

Paramos em frente ao carro e ele me soltou terminando o beijo com um selinho, e pegou minhas chaves e abriu o carro para mim.

-Quer carona? – perguntei enquanto sentava no banco do motorista e Edward fechava minha porta.

-Não, eu preciso resolver umas coisas. Mais vou te buscar em.

-Aonde vamos? – ele sorriu.

-Como eu disse ontem, infelizmente não vamos passar à tarde na cama, temos que ver as casas. Vou ver algumas pelo catalogo com a corretora, e a tarde vamos juntos ver as casas que eu escolher. – sorri animada.

-Tudo bem. – ele sorriu e se inclinou na janela me dando um beijo rápido e se afastou.

-Até mais tarde.

-Até.

Dirigi para fora da minha casa e acenei para Edward, no caminho para a escola só passa duas coisas pela minha cabeça.

OMG uma casa nossa, minha e de Edward, estava nas nuvens.

E a outra, eu vou trucidar Mike Newton.

Assim que estacionei no estacionamento da escola, sai do carro já procurando o infeliz do Newton e o vi conversando com Jake, Alice que me esperava na porta viu que eu ia atrás dos meninos e me seguiu.

Nem a cumprimentei só andava em direção ao safado do Newton, dedo duro, cachorro.

-Qual o seu problema Newton? Não pode manter essa boca fechada? – já cheguei xingando e o empurrei, o moleque me olhou chocado e Jake entrou na frente dele.

-Calma Bella.

-Sai ou vai apanhar também Jake.

-Bella a culpa não foi dele. Ele não contou por mal.

-Como você sabe disso? – indaguei ainda olhando feio para Mike que se escondia atrás de Jake.

-Ele estava lá em casa ontem, e por acaso falamos do baile. Ai seu pai perguntou com quem você foi, e Mike disse que você não foi.

-Hum. Ok. – suspirei e olhei para Mike que parecia realmente assustado. – Desculpe Mike.

-Tu – tudo bem Bella.

Me afastei deles respirando fundo e Alice colocou seu braço no meu.

-O que foi isso amiga?

-Meu pai ficou sabendo que eu não fui ao baile.

-OMG, o que você fez?

-Eu disse a ele que tinha saído com um garoto mais velho.

-Hummm, por que não contou sobre Edward, era o momento perfeito.

-Alice, eu só falei que era um rapaz mais velho, meu pai quase surtou. Imagina se eu contar que o cara é dez anos mais velho que eu.

-Tem razão. E Edward?

-Ele ficou um pouco chateado, ele não gosta que fiquemos escondidos.

-Normal miga. O que vai fazer agora?

-Tomar cuidado. Falta só um mês para meus 18 ai meus pais não vão poder fazer nada quando eu contar sobre Edward.

-Tem razão. O que vai fazer hoje depois da escola. – um sorriso bobo apareceu em meus lábios.

-Eu e Edward vamos ver casas.

-OMG.

-Eu sei. Ele disse que vai mudar pra cá por mim.

-OMG de novo.

-Eu sei. – nos duas soltamos risadinhas e fomos para nossas aulas.

As aulas passaram lentas de mais pro meu gosto, estava muito ansiosa já pra ver Edward.

No almoço Mike manteve distancia de mim, tadinho assustei o garoto. Alice riu e Jasper também quando ela contou para ele.

Confesso que acabei rindo junto com eles. Na saída eu estava quicando já de ansiedade, e não pude evitar o sorriso imenso que espalhou em meu rosto ao vê-lo recostado em meu carro.

Corri para ele e me joguei em seu pescoço beijando sua boca gostosa, e ele riu contra meus lábios e apertou minha bunda.

-Edward! – ele sorriu e passou a mão pelo cabelo.

-A culpa foi sua que chegou me agarrando. – ele falou sorrindo e me puxou para ele me dando um beijo na bochecha.

-Ok prometo não agarrar mais.

-Oh não, eu gosto de ser agarrado. – eu ri, e enlacei seu pescoço.

-Ok, prometo te agarrar sempre.

-Hummm gostei disso, podemos começar agora mesmo. – ele beijou meu pescoço e apertou minha bunda.

-Edward!

-OK, vamos logo antes que eu a jogue no banco de trás e fazendo você gemer alto. – OMG lógico que corei e me apressei a entrar no carro entregando a chave para Edward.

Ele sentou no banco do motorista, e começou a dirigir e pegou minha mão.

-Você vai gostar da casa que escolhi, só preciso que você decida, para comprá-la.

-Já escolheu?

-Sim, pelo catalogo foi a que mais gostei. Não é muito grande e tem piscina. – ele me olhou sugestivamente e corei violentamente.

-Seu tarado. Você só pensa nisso? – ele riu alto, e soltou minha mão e apertou minha coxa.

-Com certeza. – rolei os olhos, e comecei a olhar a vizinhança, era bonita e não muito longe da minha casa, na verdade era a mesma vizinhança que a minha.

-Comprou uma casa perto da minha? – ele sorriu enquanto parava o carro em frente uma casa muito bonita.

-Sim, gostou.

-Doido. – eu ri saindo do carro. Ele enlaçou minha cintura e me puxou para dentro da casa.

A casa era linda espaçosa, olhei tudo admirada, era quase tão grande quanto a minha ou a de Alice, só que era um pouco menor.

-Não é uma casa muito grande para você.

-Eu a acho perfeita.

-Pra que tantos cômodos? Você mora sozinho. – ele beijou meu pescoço, e sussurrou em meu ouvido.

-Assim é bom Bella, agente brinca em todos eles. – eu corei olhando para ele que sorria safado, mais antes que eu falasse uma voz nos interrompeu.

-Já voltou Edward. – uma linda mulher ruiva, alta e corpo lindo, desceu as escadas e sorria amplamente para Edward que sorriu para ela.

-Sim Vic, fui só buscar Bella. – ela me olhou de cima a baixo, e me ignorou completamente voltando a falar com Edward.

-Então querido já se decidiu? – ela sorriu mais e deu uma piscadinha para meu Edward.

OMG eu vou voar nessa vagabunda.

Continua

0 comentários :

Postar um comentário