DPOP - Capitulo 11

Resolvi que no domingo iria mostrar o resto do ovo que era Forks, sinceramente só tinha floresta à cidade mesmo, não tinha nada. Bem eu mostrei a ela a escola, o único restaurante e o único hotel. Sim isso era a cidade. Infelizmente existia uma confeitaria e nessa confeitaria existia o atendente que eu odiava. Ficamos sentados ali entre o restaurante e o hotel de frente para a bendita confeitaria. Conversando nos beijando. Quando Bella percebia para onde estava olhando logo mudava de assunto. Até o pedido mais absurdo.

- Quero sorvete!

- Nesse frio? Você só pode estar louca... – de onde surgiu essa agora. – tudo bem, vou buscar. – não tive escolha mesmo.

Fui buscar o bendito sorvete, para isso tive que ir ao hotel. Não iria dar o gosto de entrar na confeitaria e ir ter que ver a cara dele. Quando voltei com o sorvete Bella estava sentada no mesmo lugar. Porem Jacob Black estava junto e passando a mão nela?

- Sai, eu tenho namorado. – ouvi Bella falar.

- Que isso gatinha, o velho Cullen é o seu namorado? – Velho é aquele seu pai. – vem aqui que eu vou te mostrar que a juventude é bem melhor. – puxou Bella para seu colo.

Me aproximei ficando de frente para os dois. Bella parou de bater e olhou para mim com uma expressão “Você não queria bater nele? O que está esperando”


- Vem cá Black, você costuma agarrar a mulherada, para ter o que quer?

Ele soltou Bella, e então eu abaixei o punho na cara dele. Fazendo o rolar no banco pulei o banco puxando-o pela gola da camisa esfrangalhada dele e dei outro soco, ele acertou um golpe em meu rosto. E eu dei mais 2 socos na cara dele. Eu me levantei e fui indo na direção de Bella, quando o cachorro pulou no meu pescoço caímos na grama. E saímos rolando até que estávamos um com a mão no pescoço do outro. Larguei seu pescoço para deferir mais socos naquela cara desmilingüida dele. A confusão chamou atenção e alguém chamou a policia. Eu continuava batendo nele, até que alguém nos separou Black com o nariz jorrando sangue e eu apenas com um corte na boca. E Bella em cima do Banco. Que diabos ela tava fazendo em cima do banco?

- O que está acontecendo aqui? Alguém pode me explicar ou levarei os 2 para a prisão agora.

- Prisão em Forks? Nossa a cidade ta crescendo, estão derrubando as florestas?

- Muito engraçadinho menino. – o policial parecia irritado. – agora alguém pode me explicar o que estava acontecendo aqui.

- Eu explico. – Bella pulava no banco – e quero fazer uma denuncia de assedio sexual, contra aquele cabeludo ali ó. – por um momento achei que Alice Cullen tava incorporada na minha namorada. Ops! Futura namorada. – ele me agarrou e aquele ali. Estava me defendendo.

- Você confirma o que a moça está dizendo? – o policial perguntou para mim, assenti.

- E você Jacob, que decepção. Eu pensei que você fosse decente, infelizmente terei que te levar para o distrito. E a mocinha vai junto já que quer abrir a denuncia. Vamos.

- Eu não posso ir depois. – fez beicinho para o policial. Meu beicinho. - eu não vou fugir. Quero esse sem vergonha atrás das grades, para aprender a não tentar agarrar mocinhas inocentes. – tive que respirar várias vezes para não rir.

- Sim Srta. aguardo na delegacia. – e se retirou levando a bonequinha de macumba junto.

- Inocente? – perguntei. – e que coisa é essa de fazer beicinhos para o policial?

- Salvei sua pele de ter a ficha suja e é assim que você me agradece. Preciso contar isso para o seu pai, ele vai ficar tão orgulhoso da sua surra. – começou a rir

Tá ai uma coisa que eu jamais imaginei de Bella Swan, o jeitinho malandra de ser. Meu pai ficará tão feliz que finalmente um dos Black se deu mal que posso jurar que o velho vai infartar, de felicidade. Se ele já amava Bella, agora então...


------------------------------------------------------------------

Foi curtinho, mas não se preocupem, logo vem + uma posição do Kama Sutra... Sabem pelas minhas contas estamos quase no final hein.... muitas novidades vem por aí...

0 comentários :

Postar um comentário