CYGMCTG - Capitulo 12

# Edward POV #
Já fazem 2 Anos desde a melhor noite da minha vida, a noite em que eu conheci minha futura esposa, Bella estava entrando na faculdade e eu novamente na melhor fase da minha vida, promovido mais uma vez. Após o caso do ex-namorado dela o Curumim mirim chamado Jacob Black que aparentemente agora se chama Jacobina, quem diria não é mesmo? Até Bella entrou em choque e contou que sempre achou estranha a grande afinidade que Jacob tinha com Sam. Um de seus comparsas, ela me disse que ele até a trocou uma vez por uma festinha privada só para garotos. Ainda bem que hoje ela me encontrou não é mesmo?
Cara como a Bella demora mulheres! Urrgh ela me disse que só iria pegar o resultado do vestibular. e já estaria de volta, aposto que deve estar de papo com as amigas dela. Ah isso eu também não mencionei, meus amigos se deram tão bem quanto eu naquela mesma noite a dois anos atrás. Jasper ficou com a Formiga Atômica e Emmett com Ana as mesmas meninas que estavam com minha ninfetinha no restaurante. Esse mundo é muito pequeno mesmo. Bella mudou minha vida completamente me fez esquecer o premio “Corno do Ano” vocês podem até rir da situação. Mais ninguém se diverte com aquela capetinha do que eu, mal posso esperar para oficializar nossa união. Não porque ela ache necessário, mas porque eu quero. Quero mostrar ao mundo que ela é minha e de mais ninguém. Desde aquele dia ela jamais foi de outro homem e eu jamais de outra mulher. Fomos feitos um para o outro, seja na cama ou em qualquer outro lugar.
# Bella POV #
Passei no vestibular!!!
Agora só falta cumprir minha promessa, que promessa? Ah claro, há algumas semanas atrás eu ouvi uma conversa dos amigos do Edward. Falando sobre suas fantasias sexuais e não é que a dele é bem típica! Colegial, sim aquele tarado adora uma colegial deve ser por isso que ele me ama. Convencida não é mesmo? Mais eu posso afinal eu tenho um homem daquele todo dia na minha cama e olha que só tenho 18 anos quer mais?
Bem pedi ajuda para a Alice, aposto que Edward ta morrendo em casa com a minha demora. Mais ele vai me agradecer ah vai! Nossa nunca pensei que poderia ter tanta opção eu queria uma coisa que lembrasse realmente uma colegial. Acabei optando por uma bem simples, sem ser vulgar, uma saia plissada preta, uma blusa branca colada, gravatinha, meias ¾ e para completar botas de cano alto pretas. Me arrumei no meu antigo apartamento que agora era da Alice já que ele fez questão de que me mudasse. Afinal daqui a alguns meses seriamos marido e mulher, ual não é? Para quem deu umas no carro isso foi um upgrade e tanto ahahaha. É melhor eu ir antes que ele fique doido. Edward é muito ciumento já deve estar imaginando coisas. Não nego adoro quando ele fica assim, as noites são mais selvagens que de costume.
Peguei o caderno meu e fui andando até a porta e então abri, a cara de bobo do Edward era impagável. Garanto que vou me divertir muito hoje.
# Edward POV #
Eu sou um filho de uma puta muito sortudo. Obrigada meu pai! Bella estava vestida de colegial? Não é pegadinha... ai meu deus. Ela ali com aquela cara de inocente e triste?
- O que foi? Passou?
- Não – ela sussurou tão tristinha que me dava vontade de colocá-la no colo e confortá-la. Tanto quanto a vontade de colocá-la no colo e trepar com ela - terei que estudar mais ainda, não sou boa em nada.
-Claro que você é boa vem cá. – disse apontando para o meu lado no sofá.
- Você vai me ajudar? – perguntando fazendo biquinho eu ajudo e muito. – eu tenho as matérias no meu fichário.
- Me mostra.
Claro que não era nada daquilo que eu imaginei. Dentro do fichário não tinha nada somente uma frase...
“Quero comemorar minha entrada na faculdade no melhor estilo Edward Masen, com sexo!”
E eu achando que ela não tinha passado no vestibular. Eu ainda caia naquela carinha de virgem santa que ela tinha. Isso ainda iria me matar. Mais antes, eu vou entrar na brincadeirinha dela.
- Sim amor, vamos estudar.
- Sim... vamos – disse com voz de criança.
Primeiro vamos estudar os membros inferiores. Passei a mão por suas coxas descendo lentamente retirando suas botas e ela me olhou com a cara de safada. Se ela acha que eu vou mesmo aceitar tudo isso, sem acabar com ela antes. Eu ainda me lembro de uma noite que ela me fez de gato e sapato. Ela está muito enganada.
- Sabe as suas pernas são lindas. Para uma mocinha tão novinha – apertei com força seu tornozelo fazendo- a arregalar os olhos. Tamanha a força que apliquei – e podem ser bastante frágeis vejamos.
Levantei do sofá e levantei sua perna e então eu vi o que não esperava. A vadia sem calcinha, só podia estar brincando com fogo. Como eu vou me concentrar com ela sem calcinha ali e aberta para mim? Fui massageando o tornozelo e subindo até suas coxas no momento que ela ofegou. Larguei fazendo sua perna cair, se ela pode brincar comigo sem calcinha. Também posso e vou fazer pior com ela.
- Sabe o que é isso aqui? – perguntei apertando meu membro latejante na mão.
- Sei
- E o que é? - ela não respondia – não vai me responder?
- é a coisa que eu mais gosto em você!
- Hã? Ah eu já sabia disso vem aqui então. Eu vou te ensinar uma coisa que você ainda não aprendeu. E que escola nenhuma ensina.
Posicionei-me em frente a ela e chamei com o dedo. Ela ficou ereta e eu puxei seus cabelos pela nuca.
- Agora desce meu zíper, que nós vamos aprender varias coisas.
- Acho que já sei de certas coisas não?- atrevidinha como só ela. Ela não se contentava só em brincar. Como desafiava minhas ordens. Peguei seus cabelos em uma mão só, formando uma espécie de rabo de cavalo. Fiz com que ela abaixa-se seu corpo. Até que sua boca estivesse na altura do meu membro. Que estava duro e pronto pra ser coberto por aquela boquinha maravilhosa. Empurrei meu membro em sua boca,abrindo passagem e o cobrindo todo com seus lábios.
Devido ao meu "porte" avantajado, Bella tinha certas dificuldades para engolir,e chegava a engasgar. Fato que bizarramente me dava mais prazer! Os barulhos da sucção eram altos. Ela fazia de propósito, ela sabia como me enlouquecer eu sentia minhas bolas batendo em seu queixo. Deslizei meu membro para fora de sua boca e dei leves batidas em seu rosto. Ela colocou as mãos no meu membro e massageava olhando nos meus olhos. Aquilo era incrível a força, o amor, o desejo que sentíamos um pelo outro eu não poderia agüentar mais aquilo. Estava no meu limite desde que ela entrou em casa com aquele uniforme, seria agora.
- Bel ... laa
Gozei em seu rosto o rostinho de menininha que me deixa louco, Bella passou o dedo no rosto e levou a boca e sussurrou.
- Você é maravilhoso.
- Você é muito mais. Eu quero que você se masturbe para mim. - com meu melhor tom de ordem que minha voz rouca deixava.
Ela assentiu e se posicionou no sofá abrindo sua camisa lentamente. Eu rapidamente puxei a poltrona próxima ao sofá e me sentei confortavelmente, para apreciar a visão. Bella passou a mão em seus seios e apertou os mamilos gemendo. Sempre me olhando nos olhos, ela apertava os seios. Depois de dar uma bela atenção aos seus seios ela deslizou sua mão pela barriga. Ela massageava seu clitóris gemendo, desceu um pouco mais seus dedos e então os levou aos lábios provando seu próprio gosto. Se deliciando sussurando coisas inteligíveis.
Desceu seus dedos novamente introduzindo-os em seu sexo e gemendo. Enquanto sua mão livre apertava seus seios.
- Toque-se Edward, quero que você sinta o mesmo que eu. - ela sussurrava sensualmente enquanto introduzia mais um dedo.
Enquanto eu me tocava, ela gemia alto chamando meu nome. E introduzindo seus dedos de forma selvagem. Sua mão livre desceu seguindo o mesmo caminho, massageando seu clitóris enquanto seus dedos faziam devidamente seu trabalho. Ali estava eu presenciando a cena mais sexy da minha vida. Eu acabei gozando antes dela. Vendo Bella quase chegando ao seu ápice, também eu não deixaria chegar. Agora eu queria me divertir e torturar.
Era impossível não ter uma ereção atrás da outra com ela. Era fogo puro eu já previa nosso futuro, 2 velhinhos muito safados. Levantei em um salto vendo Bella revirar os olhos e retirei suas mãos de seu sexo. E a puxei para a poltrona posicionando no meu colo.
- Abra as pernas! – eu sei o quanto ela gosta do meu jeito mandão. Ela abriu, mais não o suficiente, queria ela totalmente aberta e entregue a mim – abra mais Isabella.
E ali estava a visão do paraíso sua pele rosada. Seu clitóris pulsando inchado e extremamente molhado. Queria ela gritando descontrolada para me ter dentro dela. Retirei o ultimas peças de roupa que nos impediam e joguei longe pela sala. Me posicionei roçando levemente na sua entrada, seu calor bateu em cheio contra meu membro. Fui passeando por aquele corpo que era somente meu, dando um apertão violento em seus seios. Ela gemia alto meu nome como um mantra pedindo meu membro dentro dela. Mordi seus seios chupei violentamente seu mamilo esquerdo. Ela me dava puxões nos cabelos e me apertava mais ainda contra seu corpo.
Rocei mais um pouco meu membro na sua entrada ameaçando penetrá-la. Ela se contorcia se empurrando de encontro ao meu corpo.
Dei um beijo violento e fui descendo, mordendo, chupando cada parte dela que minha boca alcançava.
- Está aprendendo o que é prazer? Cada parte do seu corpo pode te fazer ir à loucura.
- Estou adorando Edward, mas eu quero você dentro de mim agora.
- Não agora, quem sabe mais tarde.
- Edward!
Desci meu rosto para seus seios e mordi enquanto ela gritava. Eu podia sentia que seu orgasmo estava próximo novamente. Então eu retirei meus dedos recebendo gemidos de protesto dei um tapa em cada lado das suas coxas. Me levantei enlaçando suas pernas em minha cintura indo em direção ao escritório, abri a porta revelando o lugar onde nunca tínhamos usado a minha mesa de trabalho. Soltei seu corpo na mesa e levantando suas pernas para meu ombros estocando em sua buceta molhada.
- Mais forte, mais rápido Edward.
Estocava rápido sentindo sua buceta apertar meu pau. Bella arqueou as costas gritando e agarrando a mesa com força, fazendo seus dedos ficarem brancos pela força. Os mamilos de seus seios completamente duros, ela revirava os olhos com a intensidade de seu orgasmo. Quando desci meu olhar de seu rosto pude ver seus sucos vindo com intensidade. Banhando meu pau, aposto que esse foi o orgasmo mais intenso que ela teve. Eu queria esperar pela recuperação dela, mais meu lado primitivo não deixava. Olhando para seu rosto vendo ela completamente corada. Aquilo chamava mais ainda esse meu lado. Continuei a dar estocadas violentas indo bem fundo sentido ela se contraindo novamente.
- Goza Bella goza junto comigo..
E gritando alto chegamos ao ápice em poucos minutos, juntos e caímos ali no chão do meu escritório, no nosso apartamento.
Bella era minha e eu me entreguei totalmente a ela. Naquela noite que nos conhecemos. com ela eu tive os melhores dias e noites que uma pessoa no mundo poderia ter. Minha ninfetinha, mulher, capetinha, companheira. Ela era simplesmente meu mundo. E seria sempre assim com ela.
Fim

3 comentários :

Lindoo!!!
Bella safadinha, realizando a fantasia do Edward...
aushaushau

4 de setembro de 2011 17:04 comment-delete

caraca morrir

yo
21 de março de 2012 16:46 comment-delete

ooootimo demais

Anônimo
14 de julho de 2012 01:30 comment-delete

Postar um comentário