CYGMCTG - Capitulo 11

# Bônus JACOB POV #
Já fazem 2 anos que estou aqui nesse presídio. Por mais uma das minhas incríveis idiotices como eu pude pensar que poderia ser o chefão da Máfia? Ok eu me inspirei no personagem do Heath Ledger. O Coringa, sabe? Naquele filme, Batman – O Cavaleiro das Trevas, eu queria ser que nem ele *_* assustador, poderoso... Como pode perceber não deu muito certo não é mesmo? Tudo culpa daquele almofadinha engomado chamado Edward Cullen é um CUllen mesmo aquele cara.
Há dois anos atrás cometi o erro de comer a Tanya. Sim aquela vadia me deu bola na loja da Sachs então eu peguei. Sou homem não ia ficar fazendo doce. Almoçamos juntos e logo já estávamos na sessão de sexo, na casa do namoradinho dela de 2 anos. O que eu não imaginava e muito menos esperava, era que aquele apartamento era de Edward Cullen. O promotor de justiça que estava no meu encalço. Estava tudo muito bom até ele chegar e estragar todo nosso barato, e fuder com minha vida de gangster.
Ok porque estou reclamando? Depois que ele me colocou aqui, eu descobri o que é prazer na vida. Eu descobri o amor, descobri a paixão, descobri o mundo.
Eu o descobri, Carlão o amor da minha vida. O homem que eu sempre esperei o homem que me deu a luz. O significado de viver e o sexo mais prazeroso da minha vida Ui!!!!
- Jacobinaaa vem cá amor – ai ele é tão carinhoso.

- Já vou amore mio!
- Anda logo, quero você... Raw! – adoro quando ele rosna. Me lembra muito o Sam, Paul e meus tempos de La Push. Éramos tão perfeitos. Todos nós, correndo pelas florestas. Semi-nús!
Mais voltando ao assunto, vocês devem estar achando estranho né. Eu um líder de uma organização perigosa tão respeitado, ser hoje bonequinha de presídio. Bom quem não tem cão caça com gato, e meu gato ta me querendo e esperando.
Mais voltando rapidinho na Tanya, onde será que ela está agora? Sabe preciso de ajuda e aquela perua tinha bom gosto. Eu me lembro bem das roupas dela, tudo do bom e do melhor...
Essa vida de bonequinha cansa. Sempre tenho que inovar, qualquer preso novo eu posso perder meu macho. E aí quem vai rosnar para mim? :(
20 minutos depois...
- Vai Jáqui... – ele errando meu nome e mesmo assim eu enlouqueço.
- Raaaannnwww, to indo amor.
- Rebola índio viado! – quando ele deixa seu lado macho, aflorar. Eu adoorooo.
Acredito que devo hoje não odiar o Edward, estou aprendendo tanto nessa prisão. Uiuiui!

0 comentários :

Postar um comentário