OP - Capitulo 15

Capitulo Quinze

Amigas sem segredos

Assim que cheguei em casa corri para meu quarto, as duvidas ainda me assolavam, mais ia me preocupar com elas quando Edward voltasse.

Ele havia prometido ligar assim que chegasse em Londres, disse que era uma viagem chata, só para assinar alguns papeis, e no máximo dois dias estava de volta, e sem nenhuma noiva.

Idiota. Pensei na hora, mais só pensei para não estragar o clima, minha mãe havia me ligado, na verdade para me dizer que não ia estar em casa, ela e papai aproveitaram o fim de semana, para namorar e foram pra um hotel fora da cidade.

Ela já tinha falado com Esme e tudo bem eu ficar lá, então eu só vim em casa pegar roupas, e tomar um banho. Mais na verdade queria me acalmar, com medo da conversa com Alice.

Como ela iria reagir ao saber de mim e Edward, eu mesma ainda estava em choque. Fiz um lanche, depois tomei um banho quente e me acalmei, eu acho?

Depois de mais calma, peguei meu pijama uma regata e uma bermuda curtinha, uma troca de roupa, meu maio que eu e Alice sempre nadávamos nos finais de semana e minha escova de dente, de cabelo, meu xampu favorito.

Coloquei tudo em minha mochila e vesti uma calça de moletom e uma regata e coloquei meu chinelo.

Sempre que ia dormir na Alice ia desse jeito, afinal eram só garotas e Carlisle me via como filha então não tinha nada a ver me arrumar.

Só que me arrependi amargamente do meu pensamento ao chegar na sala dos Cullen e ver ele, vestido de jeans e camiseta colada ao corpo e me olhando dos pés a cabeça e sorrindo malicioso.

É lógico que corei, mais tentei disfarçar, nos trocamos um olhar cheio de significado, e eu estava louca de vontade de pular no colo dele, ele sorria parecendo saber o que eu pensava.

Dei um oi geral para todos na sala, e ele continuava me olhando, desviei meu olhar olhando pros meus pés, e senti os braços de Alice a minha volta. Sorri para ela, mais nem tive tempo de falar nada, ela já foi me puxando pelo quarto.

-O que você aprontou Isabella Swan? – ela já foi me acusando.

-O que?

-Eu vi você e Edward. – meu coração disparou

-Co... Como assim?

-Eu vi vocês se olhando. – suspirei aliviada

-Não sei do que você esta falando Alice.

-Não se faça de boba dona Isabella. Eu vi muito bem como ele te olhou e você corando miseravelmente. – suspirei fundo e me joguei na cama afundando meu rosto no travesseiro.

-Ele me beijou – murmurei, mais quando olhei de canto de olhou sua mão estava na boca. Ela suspirou

-Só isso né Bella? – eu neguei e ela tapou a boca para não gritar.

-Ele e eu nós, bem nós...

-OMG não quero saber. OMG quero sim. Não melhor não. Não me conta...

-Alice!

-Desculpa. Conta. – eu corei furiosamente e neguei

-Melhor não.

-Mais vocês transaram? Ele te dispensou?

-Ele disse que gosta de mim.

-E você acreditou? – eu assenti.

-Ele disse que me ama Alice. E eu o amo, e é tudo tão complicado.

-O que exatamente vocês já fizeram? – eu corei

-Bem, nós já transamos?

-OMG.

-Tem mais, ele me beijou. – eu sussurrei e ela rolou os olhos.

-Isso você já disse.

-Não ele me BEIJOU – apontei para baixo e ela corou e quase gritou

-OMG.

-Eu sei – enfiei a cara no travesseiro. Passamos alguns minutos em silencio e senti Alice me cutucar.

-Hummm er, você gostou? – eu corei violentamente

-Gostei – voltei a enfiar a cara no travesseiro

-OMG.

-Eu sei – murmurei

-Ele espera que você o beije? – olhei para ela confusa e seu rosto estava super vermelho entendi o que ela disse e corei

-OMG eu não sei. Será que ele espera?

-Eu acho que sim.

-Eu vou ter um AVC, eu não sei como fazer. – eu respirava com dificuldade. Ouvimos alguém bater a porta e Alice correu a atender.

-Alice vocês estão bem. – Alice corou e encarou sua mãe

-Claro que sim. Por que não estaríamos?

-É que ouvimos seus gritos lá de baixo.

-OMG – eu murmurei e Esme riu

-Esse mesmo. Edward estava achando que vocês estavam passando mal.

-OMG – eu gritei de novo, e Alice riu sem graça e pediu desculpas prometendo falar mais baixo.

Assim que Esme saiu, ela se jogou na cama e escondeu o rosto no travesseiro.

-Da pra piorar. – murmurei e ouvimos outra batida na porta, dessa vez fui eu atender e me arrependi na hora. Assim que eu o vi meu rosto atingiu um nível de vermelhidão que eu nunca imaginei possível.

-Você esta bem? – eu assenti e sua risada baixa soou nos meus ouvidos – Posso saber por que estava gritando? – eu neguei, olhando para minhas mãos.

-Por que esta tão calada? – ele me perguntou desconfiado, eu levantei meu rosto e sentia meu rosto muito quente. Puxei seu pescoço para baixo e falei baixinho.

-Edward você espera que eu te beije? – ele coçou a nuca confuso.

-Não entendi linda. – rolei os olhos

-Sabe como você me beijou intimamente. – vi seus olhos escurecerem e um sorriso safado em seu rosto.

-Quer me beijar daquele jeito?

-E... Eu não sei. – ele riu baixinho

-Não se preocupe com isso esta bem. – eu assenti e ele sorriu safado – Mais um dia vou querer sim.

-OMG – ele riu e me deu um beijo rápido.

-Boa noite gostosa – eu ofeguei e vi ele sumindo pelo corredor.

-Vocês ficam tão lindo juntos. – quase gritei de onde veio essa criatura, coloquei a mão no coração para me acalmar.

-Quer me matar Alice.

-Desculpa Bella, mais é que eu estava ouvindo a conversa. – senti meu rosto quente. Serio hoje havia sido meu recorde de ficar vermelha.

-Você ouviu tudo? – ela assentiu também corada.

-Ele foi muito legal em não exigir que você, você sabe. – eu concordei.

-Alice você e Jasper? – ela negou.

-Eu quero mais a vergonha me consome. – eu ri

-Sabe eu estava morrendo de vergonha mais quando ele começou a me tocar eu esqueci tudo.

-Eu penso muitooooo nisso. Mais tenho vergonha de dizer ao Jasper e ele deve ter medo de dizer que quer e eu me assustar ou negar sabe.

-Por que você, bem sabe agarra ele. – Alice corou

-Quem sabe a coragem não surge. Você pode me dar umas aulas.

-Ew eu não vou treinar com Edward para depois te ensinar. – ela riu baixinho.

-Eu duvido que ele se importe. – eu ri do jeito que ele era tarado era bem capaz de se oferecer para o sacrifício.

-Com certeza.

Passamos a noite conversando sobre isso, Alice até me desculpou por não ter contado logo pra ela. Mais Edward ainda estava em sua lista negra, por ter feito ela ir até o consultório de Carlisle.

Até tentei interceder em favor dele, mais foi em vão tadinho do meu Edward. Continuamos conversando ate dormirmos. No meio da noite fiquei sonhando com ele, seus lábios, suas mãos me tocando acordei de madrugada suada e molhada.

Levantei e fui tomar um pouco de ar. Sai da casa com um copo de água na mão. Sentei em uma das cadeiras que ficavam em frente à piscina e fechei os olhos. Ouvi barulho de passos e abri os olhos assustada.

Olhei em volta e não vi ninguém, voltei a fechar os olhos e respirei fundo, quase gritei quando senti uma mão na minha coxa. Abri os olhos e do de cara com o infeliz do Edward sorrindo pra mim.

-O que esta fazendo aqui? – ele riu e apontou para o cigarro.

-Fumando, e você? – dei de ombros

-Não consegui dormir.

-Pensando em mim Bella?

-Claro que não. – ele riu e sentou na cadeira ao meu lado.

-Claro acredito. – fiz um biquinho e cruzei os braços, ele apagou o cigarro e me puxou para seu colo.

-Não fique brava, só estava brincando.

-Por que sempre brinca comigo? – ele ficou serio

-Nunca brincarei contigo Bella. Eu amo você. – totalmente derretida eu joguei meus braços no pescoço dele e deitei a cabeça em seu peito, ele recostou na cadeira e fez carinho na minha coxa.

-Edward o que nós somos?

-O que quer dizer? – eu levantei o rosto para olhar em seus olhos.

-Você sabe, tipo somos ficantes, ou namorados, ou amigos com benefícios. – ele riu e beijou minha testa

-Eu gostei desse ultimo.

-Edward! – eu dei um tapa no ombro dele

-O que você quer ser? – eu abaixei o rosto envergonhada, queria ser sua namorada, mais não acho que ele iria querer namorar uma garotinha como eu sendo que pode ter qualquer mulher. Eu dei de ombros.

-Não sei. – ele levantou meu queixo com o polegar e o indicador me fazendo olhar para ele.

-Não sabe é? – eu dei de ombros e tentei desviar o olhar mais ele voltou a me puxar.

-Quer ser minha namorada Isabella Swan? – eu mordi o lábio com força para não gritar e colei meus lábios com os dele.

Continua...

0 comentários :

Postar um comentário