CYGMCTG - Capitulo 5

* Edward POV *

26 dias, 624 horas, 200 segundos...

Esse é o tempo desde aquela noite. A maravilhosa noite que eu tive com Bella. Que diabo essa mulher fez comigo não consigo ficar com nenhuma outra mulher e acho que estou ficando maluco. Para onde eu olho. Eu vejo aqueles olhos, boca, corpo... Maluco definitivamente muito maluco, preciso de ajuda.

Agora aqui indo para o trabalho parado no transito. Esperando essa porcaria desse farol abrir para ter que encarar os curumins da Oca Nostra em mais um dia no tribunal, eu sinceramente espero que sejam os últimos quatro dias desse inferno. E enfiar Jacob “Curumim mirim” Black no xilindró para sempre. Se eu tivesse a Bella para me relaxar e me tirar um pouco desse mundo. Eu estaria bem melhor, nem mesmo as meninas dessa escola que fica no caminho do trabalho conseguem mais atiçar minha mente. Fico imaginando Bella dentro de um desses uniformes, até que essa menina atravessando aqui na frente se parece muito com ela

* Bella POV *

Eu poderia jurar que vi o carro do Edward apesar de não ter prestado a mínima atenção ao detalhe do carro, tá! Eu to louca como minhas amigas insistem em dizer. Claro também não foram elas que sentiram na pele, a pegada monstruosa do furacão Edward seja lá qual for seu sobrenome. Você pode até dizer que eu tenho apenas 16 anos e que tenho toda uma vida pela frente. Mais pedir um repeteco é pedir muito? Oh Senhor, ajuda essa pobre serva untada até as tampas, estou quase realmente apelando para o Papai Noel. Sabe eu realmente escrevi a cartinha, mais para o natal ainda falta muito e para o meu pedido eu preciso de urgência. Mais rápido que uma entrega do FedEx.

* Edward POV *

17h30min Dias, noites e horas... Tormento, puro tormento!

Eu estava voltando do meu trabalho mais um dia extremamente estressante. Então resolvi passar no mercado, sabe como é casa de homem solteiro. É uma negação na dispensa, enfim. Voltando para casa estacionei e retirei minhas compras fui em direção ao elevador. Não estava prestando atenção em absolutamente nada, entrei no elevador e apertei o andar. Foi então que notei que não estava sozinho o mesmo andar já tinha sido solicitado. Olhei para o lado para ver finalmente meu novo vizinho.

E o que vi me deixou estático. Surpreso, excitado, todos os sentimentos possíveis. Era Bella e com um uniforme? Ela nem ao menos notou minha presença, estava mexendo nos cadernos. Situação perfeita eu o elevador e ela. Apertei o botão de emergência e pigarreei seu olhar veio subindo e quando ela chegou ao meu rosto abriu a boca e deixou todos os livros caírem no chão.

- Oi sumida – eu disse com um sorriso e a calça apertada já.

- O – oi... – ela gaguejou e isso só aumentou meu prazer à presa completamente com medo.

- Então eu fiquei pensando, há 26 dias porque você não me esperou? Eu te levaria para casa, e alias o que você esta fazendo aqui? - Como se eu me importasse há razão o motivo ou a circunstância disso.

*Bella POV *

Droga isso que é karma, o professor me segurou na aula só porque eu não fiz meu trabalho. Agora estou aqui entrando pela garagem do prédio para ir ao meu apartamento. Isso vem acontecendo desde que Alice me disse que o porteiro anda bisbilhotando demais minha vida. Que nesses últimos 26 dias estão sendo muito chatos, ai como eu queria ver o Edward novamente.

Entrei rápido no elevador eu tinha a impressão que esqueci alguma coisa, senti alguém entrando no elevador também. Não me importei eu estava apenas olhando meus cadernos, para ter certeza que não perdi nada. Avoada como andava nesses dias pós- Edward estava me dando varias “dores de cabeça”. Ouvi a pessoa pigarrear e então gelei. Será?

Eu sabia que minha boca estava aberta que eu estava olhando para ele feito idiota. E ainda por cima com todos os meus cadernos no chão, foda-se era ELE. Edward.

Parecia àquelas adolescentes bobas até gaguejei.

- Então eu fiquei pensando, há 26 dias porque você não me esperou? Eu te levaria para casa, e alias o que você esta fazendo aqui?

Para mundo. Molhei a calcinha ele queria que eu tivesse esperado por ele?

- Eu pensei... Eu achei que estava na hora de ir então. Eu fui embora e o que eu estou fazendo aqui? – não tive tempo de responder ele já estava me prensando no fundo do elevador.

* Edward POV *

Fui em sua direção a prensando no fundo do elevador, e mostrando o quanto eu já estava excitado. Subi uma de suas pernas. Agradecendo todos os santos, demônios, espíritos e entidades superiores por ela estar de saia e sussurei em seu ouvindo roçando em seu sexo.

- Você não faz idéia do quanto me fez falta.

E ela gemia alto, aquilo era muito bom. Melhor do que eu imaginava, prensava cada vez mais seu corpo contra a parede fria do elevador.

- Sabe, eu sempre tive uma fantasia. Adoraria dormir com uma colegial e você com esse uniforme me deu varias idéias.

- Sério, e que idéias são essas?

- Te dar uma aula muito reforçada claro. O que você acha? Ou vai fugir de novo.

Ela apenas negava com a cabeça e eu já sabia exatamente aonde iríamos. Desativei o botão de emergência enquanto ela recolhia os cadernos. Saímos do elevador eu a conduzi para o lado da minha porta. Ela olhou com uma cara de espanto, e eu me perguntava o porque? Eu iria mostrar a falta que ela me fez. Praticamente a arrastei para o meu apartamento não estava agüentando mais, chega! Abri a porta com Bella prensada entre mim e a porta com muita dificuldade consegui abrir e fechar com o pé atacando-a quase rasgando aquele uniforme.

*Bella POV *

Me soltei dele depois desse ataque. Não era isso que eu queria então porque eu ainda estava parada no meio da sala dele, olhando com cara de idiota. Sim, eu sei o porquê. Era saudade e eu também não estava acreditando que ele estava ali, e todinho só para a minha pessoa. Então para que eu ia ficar me fazendo de santa? Era só ativar meu modo VADIA e gozar horrores com o homem a minha frente.

- Então, já que você vai me ajudar nas lições qual será a primeira?

- Não quer conhecer o resto do apartamento?

- Só existe uma parte que eu quero conhecer desse apartamento.

Pronto não precisei falar mais nada. Ele veio na minha direção e me beijava com tanta vontade e desejo. Agarrava meus cabelos e andava comigo na direção do quarto. Não que eu precisasse do quarto para fazer o que eu e ele tínhamos em mente, por mim poderia ser em qualquer lugar. Sendo com ele não faria diferença. Chegando ao quarto eu o empurrei. Hoje seria meu jogo, comecei a puxar lentamente minha saia e me virei de costas. E em um movimento simples e de matar, retirei minha calcinha olhei em direção a ele... Digamos que ele estava babando.

(Música: Beyoncé - Ego - http://www.youtube.com/watch?v=iQgIxAreK0I&feature=fvst )

* Edward POV *

E lá estava ela sem calcinha subindo na minha cama e me dando uma visão, mais que privilegiada. Ainda bem que estou muito bem de saúde se não poderia até ter um infarto nesse exato momento. Ela abriu um pouco mais as pernas e céus! O que eu vi foi mais do que suficiente, para entrar em combustão. Eu não conseguia desviar o meu olhar dali e então chegando à cabeceira da cama ela se sentou me tirando a visão.

- Então vai me ajudar em que matéria... Educação Sexual? Como você mesmo comprovou há um mês, eu não estou precisando muito de reforço nessa matéria – ela disse mexendo nos cabelos mordendo o lábio e me olhando. Fui indo em sua direção com meu andar de predador.

- Hum... Pois você não passou na minha matéria e terá sua chance agora – Cheguei subi na cama apoiando pelos joelhos. Puxei suas pernas até ela estar completamente embaixo de mim. Seu cheiro me acertou em cheio me dando água na boca. Beijei seus lábios sentido o gosto do pecado e que gosto delicioso. Tinha reencontrado meu inferno particular, Deus! Deslizava minhas mãos pelas laterais do seu corpo, enquanto ela puxava meus cabelos e gemia em minha boca. Aquilo estava me deixando cada vez mais louco e eu queria enlouquecê-la. Como eu estava enlouquecendo naquele momento. Pouco me importando se aquele era o seu único uniforme, cheguei ao centro da barra de sua camisa e rasguei-a. Ela parou e me olhou de um jeito bem safado e fez o mesmo com minha camisa. Eu já estava louco e não estava mais no meu controle, esse é o efeito Bella na minha vida. Nunca mulher nenhuma conseguiu isso, somente ela.

Subi suas pernas para ficar numa posição confortável e fui em direção a elas. Comecei por seus pés numa total atitude de reverência. Comecei a traçar minha língua dando leves chupões até a parte interna da suas coxas onde alcancei o oásis do deserto, no qual me encontrava. Eu pude sentir o cheiro da sua excitação e ver seu mel escorrendo chegando até a onda que fazia sua bunda. Ela se remexia impaciente em minha direção, mas eu queria torturá-la queria me “vingar” por ela ter me deixado nú, sozinho e muito, muito duro naquela manhã e por todo esse mês.

Eu podia sentir o calor dela e então levei minha língua até seu centro e pude sentir o quanto quente ela estava. Com a mão livre massageei violentamente seu clitóris, Bella arfava e rebolava no meu rosto. A penetrei com minha língua arrancando um grito de sua garganta, aquilo era a melhor sensação do mundo. Aquela garota concerteza me deixava louco. Minhas calças já estavam tão apertadas que retirei, sem nem ao menos notar aonde foram parar. Pouco me importava. Somente àquela mulher nua em minha cama, era só isso que eu via.

- Venha aqui. – disse de forma autoritária – eu quero um 69.- venha aqui agora!

Ela se levantou se posicionando no meu rosto e abocanhou meu membro. Deus! Sua boca era tão macia e enlouquecedora, quanto sua pele. Seu cheiro era maravilhoso e misturado ao cheiro de sua excitação se transformava no melhor aroma imaginável.

- Seu gosto é tão bom! – ela apenas gemia em resposta

Eu não queria que ela gozasse, não ainda. A empurrei e me coloquei entre suas pernas, pressionava meu membro na sua entrada, sem a penetrar. Eu queria que ela me pedisse massageava seus seios enquanto beijava sua boca.

- Edward! – ela gemia meu nome

- Pede gostosa, pede.

- Me fode, me fode agora eu não agüento mais... – choramingava fazendo biquinho. Como resistir?

- Eu vou-te fuder. Mais. será do meu jeito... De quatro! – ela atendeu se posicionando na minha cama de frente ao espelho do quarto.

Eu sabia que aquele espelho um dia me serviria de alguma forma. Eu dei um tapa em sua bunda passando meu membro duro no local. Eu brincava e ia em direção a ela e nunca a penetrava eu podia ver a frustração, excitação tudo em seu rosto. Me deliciava com isso, vê-la tão vulnerável a mim me excitava mais ainda. Se isso era ainda possível então, de uma só vez, estoquei em sua boceta.

- Ooohhh!

- Você é tão apertada ninfetinha.

* Bella POV *

OMG! OMG! OMG!

Era tudo que eu precisava, esse homem era tudo. Ai e como era grosso, grande. Deus! Simplesmente perfeito!

- Edward, me bate!

E ele atendeu prontamente meus pedidos. Suas estocadas eram tão fundas eu me senti cada vez mais nas nuvens. E a visão que eu tinha dele no espelho, ai meu Deus! Levei mais um tapa... Eu já podia sentir meu orgasmo chegando e o dele também; a nossa sincronia era perfeita aí... Outro tapa. Ele me estapeava ora com sua mão. Ora com seu membro, estimulava meu clitóris e nunca deixava de ir bem fundo em suas estocadas.

A dor e o tesão nos dominava completamente. Eu estava tão dominada que não sei como ele simplesmente me virou. E então eu tinha as pernas sobre seus ombros e a visão dele, a visão que eu tinha hum vejamos... Como a musica da nossa primeira vez dizia. Um Animal! Era isso Edward me fodia como um animal. E eu estava amando cada segundo a espera do maior orgasmo da minha vida.

- Bella, eu... estou - ele não terminou a frase

Abriu mais minhas pernas caindo sobre mim e estocando com fúria. Eu já sentia os espasmos, eram espasmos violentos e então eu gritava o nome dele e o apertava enquanto ele gemia e...

6 da manhã...

TIM TIM TIM TIM !!!!

* Edward POV *

OMG! Eu não acredito. Foi só um sonho e agora eu to aqui extremamente duro e sem ela.

* Bella POV *

OMG! Eu não acredito. Foi um sonho e agora eu to aqui molhada e sem ele.

1 comentários :

que sonho e esse nossa quase tive um infarte apesar de eu ser nova

yo
21 de março de 2012 15:13 comment-delete

Postar um comentário